Avaliação da CAPES

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba obteve  a nota 4 pela Comissão de Avaliação Quadrienal (2014-2017) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES. No Parecer da Comissão de Área (Ciências Sociais Aplicada, Comunicação) sobre o Mérito do Programa foi destacada como muito boa a produção intelectual e técnica, de alunos/as e professores/as.

Advertisements
Posted in Uncategorized | Leave a comment

Oficina de Currículo da Plataforma Lattes

Na próxima quinta-feira (21/09), às 10h, na Sala 105B do Bloco A, será realizada a Oficina de Currículo da Plataforma Lattes (do CNPq). Trata-se de uma atividade instrumental para discutir sobre o preenchimento do currículo on-line. O Prof. Dr. Wilton Garcia coordenará esta atividade. Participe!

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Intercom 2017

 

De 04 à 09/9 acontecerá o XXXX Congresso Nacional do Intercom 2017 na Universidade Positivo, em Curitiba (PR). O PPGCC-Uniso será representada com seis trabalhos científicos.

+ info http://portalintercom.org.br/eventos1/congresso-nacional/20173

 

 

1.Mestrando: André Luís dos Santos

Orientadora: Profa. Dra. Maria Ogécia Drigo

GT- Comunicação e Cultura Digital

Sessão 8 – Celebridades e Entretenimento em redes sociais digitais

Título do trabalho: One True Pairing: a comunicação e a intimidade nas histórias de A Bela e a Fera da comunidade Nyah! Fanfiction

Resumo: Este artigo apresenta resultados de pesquisa que trata da produção de sentidos de textos disponíveis no site Nyah! Fanfiction. Ao analisar duas das histórias amadoras publicadas pelos jovens frequentadores desse site, observamos como esse grupo constrói em comunidade os conceitos de amor e intimidade, de acordo com as teorias propostas por Giddens sobre relacionamentos modernos e os conceitos de comunidade propostos por Jenkins e Charles S. Peirce, enquanto a análise de conteúdo de Bardin é utilizada como suporte metodológico. A pesquisa demonstra que conceitos românticos clássicos e modernos dividem fluidamente o espaço das histórias e das crenças da comunidade, enquanto questões como sexualidade e gênero são abordadas com naturalidade.

Palavras-chave: Comunidade de Inquirição; Nyah! Fanfiction; Comunidade de Conhecimento. Intimidade; Amor moderno.

 

2.Mestrando: Isabella Pichiguelli

Orientadora: Profa. Dra. Míriam Cristina Carlos Silva

GT- Folkcomunicação, Mídia e Interculturalidade

Sessão 3 – Folkcomunicação: Interdisciplinaridade, questões epistemológicas e epistemes Outras na Comunicação

Título do trabalho: Comunicação, Poesia e Religião

Isabella Pichiguelli e Míriam Cristina Carlos Silva

Resumo: Por meio do cotejo teórico entre autores que versam sobre comunicação (MARCONDES FILHO; BAITELLO JR.), poesia (PAZ; DRAVET, CASTRO e SILVA; SILVA) e religião (CUNHA; MIKLOS; MARTINO), buscamos indicar que as três esferas possuem uma similaridade: o princípio com, da busca pela comunhão, como experiências para o corpo e permeadas de interculturalidade (ANDRADE). Nesse sentido, compreendemos a comunicação poética e o contato com o sagrado como processos dialógicos (FLUSSER), embora dependentes de seus discursos fundamentais, a linguagem poética e as crenças religiosas, para acontecerem. Sendo dialógicos, a experiência religiosa e a comunicação poética são eventos atualizadores e até mesmo transformadores dos discursos dos quais partem para a comunhão.

Palavras-chave: comunicação; poesia; religião, interculturalidades.

 

  1. Mestrando: Luiz Carlos Rodrigues (Uniso) – Mestrando

Título do trabalhoA Mulher no desafio do Cururu: representatividade de gênero na rádio Sorocabana

Orientador: Prof. Dr. Paulo Celso da silva

Evento: DT8-FK-DT 8 – GP Folkcomunicação, Mídia e Interculturalidade
Resumo: Sorocaba é uma das cidades participantes da cultura do desafio de Cururu, conhecido e desenvolvido ao longo da região do médio Tietê, São Paulo. Com tradição religiosa, das festas do divino da igreja católica, o desafio é acompanhado com viola, rimas e improvisos, com provocações e demonstração de conhecimento aos oponentes, vencendo aquele que tem mais argumentos do assunto escolhido no desafio. Essa disputa é majoritariamente realizada por homens, com idade após os 50 anos, com poucos relatos de mulheres cantando o cururu. O resgate desta tradição divulgado no rádio poderá ser um início de renovação e representatividade da mulher nesta arte. A exposição de programas, entrevistas e divulgação  poderia  incentivar a atenção da comunidade à participar, cantar e estimular essa cultura regional, acendendo o interesse público para esse desenvolvimento.

Palavras-chave: Rádio; Cururu; Tradição, Representatividade; Mulheres

 

4.Mestranda: Samanta Soares Martins

Orientador: Prof. Dr. Felipe Tavares Paes Lopes

GT – COMUNICAÇÃO, MÚSICA E ENTRETERIMENTO

Título do trabalhoBem-Vindo ao Clube: análise do potencial ideológico no discurso hardcore

Resumo: O cenário musical brasileiro é amplo e conhecido mundialmente, tendo sido assunto de filmes, livros e documentários. Os estudos sobre os movimentos musicais acerca do rock, especificadamente, tem sido feito desde os anos 80, porém estudos focados sobre o gênero hardcore não é tão popularizado quantos os outros gêneros e estilos. Neste artigo o objeto central é o discurso produzido pelo gênero hardcore, buscaremos compreender através da análise do discurso de que forma o capitalismo e outras formas de dominação são retratados nas composições da banda brasileira Dead Fish e de analisar nesse discurso, o seu potencial ideológico. Para cumprir essa pesquisa, me apoiarei ao conceito de ideologia proposto por John B. Thompson. Utilizarei também técnicas de análise do discurso, a fim de indicar e evidenciar os atores participantes que compõem as formas simbólicas a serem estudadas.

Palavras-Chave: Música. Ideologia. Produção de sentido. Análise do discurso.

 

  1. Mestranda: Paula Parra

Orientador: Prof. Dr. Wilton Garcia

GT – COMUNICAÇÃO, MIDIAS E LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Título do trabalhoCorpo-coisa e performance: a transgressão dos artistas queer da música brasileira contemporânea

 

  1. Mestranda: Débora Mestre

Orientador: Wilton Garcia

GT – COMUNICAÇÃO, MIDIAS E LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Título do trabalho: Cassandra Rios e a Presença lésbica contemporânea com as tecnologias de comunicação

 

7. Prof. Dr. Paulo Celso da Silva

GP GEOGRAFIAS DA COMUNICAÇÃO

Título do trabalho: Mídia territorial Resiliente. Aportes para um debate na Geografia da Comunicação

Resumo: Os aportes apresentados resultam de reflexões acerca do tema das Smartcities levado a cabo nos últimos 5 anos, em que as relações mídia e cidade, mídias e tecnologias como estruturadoras do espaço urbano e seus territórios de entorno indicaram a ocorrência de um fenômeno, ao qual denominamos de guettrificação, ou seja, uma mistura de guetificação com gentrificação. Isto nos indicou a necessidade de propor e investigar outras possibilidades que se apresentam para o viver contemporâneo e as formas como aplicativos e redes sociais podem ou não auxiliar na superação das dificuldades nos territórios das Smartcities, a essa dinâmica denominamos de Mídia Territorial Resiliente, entendido aqui como um processo sócio-ecológico e não apenas individual. Para tanto, o método de pesquisa é o Mixed Methods e a cidade escolhida, Barcelona.

 

Posted in evento científico | Leave a comment

Reunião do Grupo de Pesquisa MidCid

Aconteceu hoje (21/8), no anfiteatro da Biblioteca da Uniso, a reunião de pesquisadores/as do Grupo de Pesquisa MidCid. Foram discutidas algumas abordagens dos professores sobre a temática da diversidade na cidade contemporânea e nas mídias. Esta atividade foi coordenada pelo Prof. Dr. Paulo Celso da Silva.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Rematrícula 2017_2

Todos os alunos regulares do Mestrado em Comunicação e Cultura deverão efetivar sua rematrícula para o próximo semestre:

Período: 02 de agosto a 11 de agosto de 2017

Local: 1º Piso do Prédio Administrativo – SAA Serviço de Atendimento ao Aluno.

Horário: 9h00 – 11h00 e das 14h00 – 16h00

E-mail de contato: maria.drigo@prof.uniso.br

Segue o link com as disciplinas do 2º semestre 2017: http://comunicacaoecultura.uniso.br/doc/disciplinas/aluno-regular-2017-2.pdf

Posted in Uncategorized | Tagged | Leave a comment

Reunião do MidCid

Foto: Rachel Aguiar

Dia 19/07, das 13 às 15h, aconteceu a última reunião  semestral do Grupo de Pesquisa MidCid.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Lançamento do livro “Imagem e conhecimento, que relação é essa, afinal?”

Imagem e conhecimento, que relação é essa, afinal? É o título do mais recente livro organizado por Maria Ogécia Drigo, Luciana Coutinho Pagliarini de Souza, Laan Mendes de Barros e Márcia Rodrigues Costa e vinculado ao Grupo de Pesquisa Imagens Midiáticas (GPIM) do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba, em colaboração de vários pesquisadores brasileiros e estrangeiros. Sem reduzir a uma única linha teórica, o esse livro tem como horizonte uma pluralidade de teorias, epistemologia e métodos na abordagem sobre imagem, na busca por refletir e questionar sobre o potencial das imagens midiáticas na produção de conhecimento.

O volume reverbera a singularidade do pensamentos de cada um dos autores convidados que, incansavelmente, vêm se dedicando ao estudo sobre imagem.  Conta-se com a colaboração de Lúcia Santaella, que se dedica, notadamente, às funções cognitivas inscritas em cada uma das nuances da classificação peirceana do signo icônico. Já Maria Ogécia Digo e Luciana Coutinho P. de Souza, partem do conceito retórico de analogia e o transpõem para o semiótico na esteira também do signo icônico. Enquanto António Machuco Rosa, também na perspectiva teórica de Peirce, examina a questão da circularidade na definição de signo e recorre à teoria da retórica de René Girard que explica a origem do simbólico e da cultura.

Josep Maria Català, por sua vez, acredita que as imagens estão melhor preparadas para mostrar os mapas do complexo funcionamento da mente que a própria linguagem.  Laan Mendes de Barro debruça-se sobre a imagem enquanto objeto estético, por isso mesmo, os termos recorrentes em seu artigo são: experiência estética, aisthesis, estratégia sensíveis e partilha do sensível.  Paulo Boni volta-se ao potencial da fotografia para reavivar a memória, indo ao encontro dos preceitos da pesquisa empírica, que se faz necessária à comunicação, notadamente, as que se vinculam a processos socioculturais. Rodrigo Fontanari demonstra com a fotografa, do ponto de vista barthesiano, é um  modo de ver e pensar o mundo, que conjuga, ao mesmo tempo, percepção e imaginação. E, por fim, Valero Sancho, mostra a utilidade comunicativa dos modos visuais de apresentação e representação dos dados, valendo-se de percepções das pessoais em relação aos seus processos interpretativos.

Posted in Uncategorized | Leave a comment